Gratidão: valorizar muito

asd
Leciono há mais de quinze anos e ainda não encontrei um modo de preparar-me para lidar com o último dia do ano letivo.

O primeiro dia de aula sempre começa com ansiedade e nervosismo, enquanto cada aluno, inclusive eu, procura seu lugar no pequeno mundo da sala de aula. Nos nove meses seguintes, compartilhamos esse mundo. Rio, choro e, por fim, comemoro o sucesso à medida que os alunos progridem. Mas as mesmas emoções de alegria e tristeza invadem-me quando me despeço deles no último dia de aula. É como despedir-me da minha família que talvez eu nunca mais volte a ver. Sempre consigo manter um sorriso até o último aluno sair. Depois, sento-me e deixo as lágrimas rolarem enquanto olho os presentes que deixaram em minha mesa.

Depois de tantos dias me perguntando se fiz a diferença, vejo os cartões. “Você é o melhor professor que existe. Te amo”, leio, enquanto, em silêncio, pego mais um lenço de papel na caixa quase vazia.

“A gratidão pode dar muito prazer, até mesmo mudar uma vida. Basta ter disposição para expressá-la em palavras.” ~ Margaret Cousins

Do site: Uma vida melhor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s