Experimente algo novo por trinta dias

http://ted.com/talks/view/id/1183

asd
Há alguns anos atrás, senti que estava preso à rotina, por isso decidi seguir os passos de um grande filósofo americano: Morgan Spurlock, e experimentar algo novo durante trinta dias.

A ideia é bastante simples!

Pensem em algo que sempre desejaram acrescentar à sua vida, e experimentem-no durante os próximos trinta dias.

Verifica-se que, trinta dias é exatamente a quantidade de tempo necessária para se criar um novo hábito ou perder um antigo.

Existem algumas coisas que aprendi no decorrer deste desafio de trinta dias. A primeira foi: em vez dos meses voarem e não terem valor, o tempo passou a ser muito mais memorável.

Isto foi parte do desafio que fiz: tirar uma fotografia todos os dias durante um mês. E lembro-me exatamente onde estive e o que fiz naquele dia.

Também reparei que, à medida que comecei a dedicar-me mais no desafio de trinta dias, a minha autoconfiança cresceu. Eu passei de uma pessoa que não desgrudava do computador do escritório, ao tipo de pessoa que vai de bicicleta para o trabalho – por diversão.

Ainda no ano passado, acabei por subir o Monte Kilimanjaro, a montanha mais alta da África. Nunca teria tido aquela aventura antes de ter começado o meu desafio de trinta dias.

Também percebi que, se realmente quiser muito qualquer coisa, posso fazer qualquer coisa durante trinta dias. Alguma vez quiseram escrever um romance? Em todos os meses de Novembro, milhares de pessoas tentam escrever, 50.000 palavras, o seu próprio romance à partir do zero, em trinta dias. Tudo o que têm de fazer é escrever 1.667 palavras por dia durante um mês. Por isso eu fiz! A propósito, o segredo é não ir dormir até terem escrito as palavras do dia. Podem estar privados do sono, mas vão terminar o seu livro.

Mas será o meu livro o próximo grande romance da América? Não! Eu o redigi num mês. É horrível! Mas, para o resto da minha vida, se conhecer John Hodgman numa festa TED, não terei de dizer: “Sou um cientista de computadores”, não, não… se quiser, posso dizer: “Sou um romancista.”

Agora gostaria de mencionar uma última coisa.

Aprendi que quando fiz pequenas, sustentáveis alterações, coisas que poderia continuar a fazer… elas eram mais prováveis de permanecer. Não existe nada de errado em grandes e loucos desafios. De fato, são extremamente divertidos. Mas são menos prováveis de permanecer.

Quando desisti de açúcar durante trinta dias, o dia 31 parecia assim:

Assim, aqui fica minha pergunta: O que estão esperando?

Posso garantir que os próximos trinta dias irão passar, quer gostem ou não, então porque não pensar em algo que sempre desejaram experimentar, e arriscar fazê-lo, durante os próximo trinta dias?! Obrigado.

Transcrição da palestra ministrada por Matt Cutts ao TED. Indicação do Sedentário & Hiperativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s