Live the language

Gosto muito de comunicação com um toque mais artístico, e é exatamente esse o caso da campanha das escolas de língua EF. Obra prima do diretor de arte sueco Gustav Johansson.

asd
Mas, mais do que uma campanha, é um estudo antropológico sobre a influência da língua na identidade de cada cidade (ou país), e vice-versa. A implicação prática disso é que, sem poder expressar o conceito de passado, as pessoas não podem viver o passado. Imagine só você podendo falar “eu tomo cerveja” ou “eu tomarei cerveja”, mas não podendo falar “eu tomei cerveja”. Esse pequeno detalhe muda completamente a forma de organização da sociedade. Meio inconcebível né? E, apesar de clichê, não dá para deixar de citar o caso da palavra “saudade”, que dizem só existir na língua portuguesa. Que impacto terá isso em nossa cultura? O surgimento do fado, tão belo e triste, talvez seja uma pista para essa resposta.

Depois do jump outros vídeos dessa campanha.

asd

asd

Indicação do Update or Die!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s