Quando o firmamento toca o chão

Numa infinitude azul, o premiado fotógrafo Simon Butterworth encontrou um verdadeiro paraíso que mais parece uma obra de arte. Os campos de sal da Austrália são revelados por meio de fotografias aéreas impressionantes, que formam imagens que podem ser facilmente confundidas com pinturas abstratas.

As fotos foram tiradas em Shark Bay, o ponto mais ocidental do país, a bordo de um avião que voou a uma altura de entre 4 e 5 mil pés do solo. As belas imagens fazem parte de uma extensa série chamada “Aesthetics of the Unexpected” (“Estéticas do Inesperado”), que faz contrapontos da relação entre expectativa, realidade e percepção. Neste ano, acabou sendo selecionado para a final da competição mundial Sony World Photography Awards.

Para captar essa essência, a altura, a hora do dia e o posicionamento das nuvens foram cruciais para capturar as fotografias na perspectiva ideal e seus devidos efeitos de luz e sombra. E o resultado de todo o esforço e cautela não poderia ser diferente. Assim como fazem os grandes artistas, Butterworth fez fotos inesquecíveis que trazem infinitas possibilidades.

blue-fields

blue-fields2

blue-fields4

blue-fields8

~ Mais imagens nos Nômades Digitais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s