Selfies com animais

allan-dixon

Faz mais de dois anos e meio que o fotógrafo irlandês Allan Dixon aperfeiçoa a arte de tirar selfies com animais. Viajando pelo mundo em colaboração com projetos de conteúdo de marketing, divirtia-se com cliques tipo esse acima. Mas, ó, foi só depois de muito tempo que alguém descobriu o talento e as imagens viralizaram. Agora, Allan tem 87 mil seguidores no Instagram e um portfólio de selfies de dar inveja: de clique com um quokka, marsupial da Austrália, a foto com burro na Irlanda, solte muitos owns com as fotografias abaixo e aprenda com o mestre:

allan-dixon-2

“Você tem que ficar parado e deitado pra conquistar a confiança dos animais no ambiente deles”, explicou ao site RT. “Tirar a foto sem flash e sem barulho também é uma regra clássica pra não assustar os bichos. Outra dica é entrar no ambiente já com a câmera na mão pra o animal pensar que faz parte do seu corpo”. Além disso, “depois que você fica no ambiente do bicho por um tempo, geralmente o animal vai até você. Existe uma linha tênue entre curiosidade e instinto de sobrevivência. Por isso, o objetivo principal é deixá-los seguros na sua presença. Se aproxime, mas devagar”, finalizou. E aí, quem pirou com as fotos? Pode admitir!

allan-dixon-3

allan-dixon-4

~ Indicação do Huffington Post, texto do Glamour.

Quem precisa de quem?

Quem tem um animal de estimação em casa acaba comprovando a teoria: eles são mesmo os nossos melhores amigos. Presentes na alegria e na tristeza dos nossos dias, os bicinhos são uma parte fundamental da rotina. A instituição Battersea Dogs and Cats Home encontrou uma forma emocionante de o mostrar – um vídeo que aborda essa relação e lança a pergunta “Who Needs Who?” (“Quem Precisa de Quem”)?

As imagens gravadas mostram pessoas de todas as idades em momentos de afeto e companheirismo com seus gatos e cachorros. As gravações indicam o quanto os donos precisam de seus animais e vice-versa.

No caso dos cães, o amor de fã é ainda maior, porque eles pouco se importam pro tanto que levam bronca, estão sempre firmes e fortes no pé dos donos. O vídeo, dirigido por Frankie Caradonna, foi filmado durante um final de semana visitando famílias que adotaram seus pets. O título traz à tona o ponto crucial desta relação: adotamos pensando que eles precisam da gente, mas no final das contas somos nós que precisamos deles.

Assista abaixo e derreta seu coração:


~ Fonte: Hypeness.

Carona animal

Nas fotografias tiradas de animais selvagens em seu habitat natural, é raro encontrar um momento de verdadeira camaradagem entre espécies diferentes, principalmente se tratando de duas aves antagônicas que, muitas vezes, lutam pelo mesmo espaço e alimento.

Mas, como a natureza nunca deixa de nos surpreender, uma cena inusitada foi registrada pelas lentes do fotógrafo Phoo Chan nos céus da Califórnia, Estados Unidos: um corvo audacioso que pousa nas costas de uma águia-careca e aproveita a carona.

Ao contrário do que se poderia imaginar, as aves não estavam em uma disputa por território ou comida e a águia parece não se incomodar com o seu novo companheiro de viagem. O “passeio” durou alguns minutos, mas graças aos cliques precisos de Chan, o momento pôde ser registrado em sua totalidade e ficará eternizado como um exemplo de gentileza animal.

corvo-e-aguia-1

corvo-e-aguia-2

corvo-e-aguia-3

corvo-e-aguia-4

corvo-e-aguia-51

Mais recentemente, temos outro exemplo inusitado de um animal carregando outro.

A cena aconteceu no litoral do estado australiano de Nova Gales do Sul, próximo à cidade de Eden. Robyn Malcolm estava registrando em imagens as belezas naturais do local quando, sem querer, fotografou essa foca de carona em uma baleia jubarte – é como se ela estivesse surfando!

Ela explica que só percebeu o que havia acontecido quando, mais tarde, estava dando uma olhada nas fotos. Imagine a surpresa dela ao perceber a seguinte situação:

Foca-2
Foca-3

↬ Compilado dos posts escritos por Mayra Bosco e Diego Bravo para o Somente Coisas Legais.

Amizades improváveis

Animais não são seres inferiores a nós; muito pelo contrário, eles são capazes de sentir amor e compaixão, muitas vezes mais do que algumas pessoas que conhecemos.

Mas, por que animais formam amizades improváveis? Alguns deles, como leões, cães e elefantes, são conhecidos por forjarem relações sociais fortes ou mesmo redes de apoio em estado selvagem. Na ausência de seus semelhantes, faz sentido que eles busquem relações sociais fora de sua própria espécie. Outros animais mais solitários podem formar relações de pai e filho com animais com os quais passam muito tempo, ou que ajudaram a criá-los, especialmente se seus próprios pais estiveram ausentes.

Seja qual for o motivo, essas amizades incomuns mostram que os animais podem ser muito mais emocionalmente complexos do que acreditamos. Confira:

115 1- 1-1

Apesar da diferença extrema de tamanho, Bubbles, o elefante, e Bella, a labradora, tornaram-se grandes amigos. Bubbles foi levado a uma reserva safari nos Estados Unidos depois de ter sido resgatado de caçadores de marfim na África, enquanto Bella foi deixada lá por um empreiteiro do parque. Os dois se divertem muito juntos, especialmente quando Bella usa Bubbles como um trampolim.

25 2- 2-1

Bea e Wilma se tornaram grandes amigas durante seu tempo juntas no Busch Gardens, parque da Flórida, nos Estados Unidos. Elas ficam em um enorme recinto de 65 hectares, de forma que não são obrigadas a passar tempo juntas; elas fazem isso porque querem.

34 3- 3-1

Tinni, o cão, e Sniffer, a raposa selvagem, têm sido melhores amigos desde que se conheceram nas florestas da Noruega. Torgeir Berge, proprietário de Tinni, faz o que pode para fotografá-los enquanto eles brincam pelos bosques.

45 4-

Torque adotou Shrek quando ele mesmo tinha apenas 6 meses de idade. Shrek foi retirada do cuidado de sua mãe, porque os cuidadores estavam com medo de que ela pudesse comê-la quando estivesse estressada. O cão e a coruja estão se dando muito bem, e tornaram-se amigos inseparáveis.

54 5-

As coisas pareciam sombrias para Dennis, o patinho, quando sua mãe foi atacada por uma raposa. Fred, o labrador e sua dona Jeremy, no entanto, o encontraram e resgataram. Dennis e Fred têm sido amigos desde então. Fred, aparentemente, tem um grande coração, porque não é a primeira vez que ele ajudou a cuidar de um órfão – ele também já havia adotado um veado no passado.

64 6-

Depois de ser salva da panela devido a uma lesão no pé, Mable encontrou uma nova maravilha quando foi transferida para a casa de seus donos – filhotes de cachorro fofíssimos! Por alguma razão, a galinha de um ano resolveu se empoleirar sobre os filhotes e mantê-los aquecidos, enquanto sua mãe verdadeira preferia o quintal.

74 7- 7-1

Milo, o salsicha, tomou Bonedigger, o filhote de leão, sob seus cuidados quando descobriu que ele estava sofrendo de uma doença óssea metabólica que o deixou com deficiência na perna. Cinco anos depois, o leão de 226 kg ainda é o melhor amigo do cãozinho de apenas 5 kg.

85 8- 8-1

Este par curioso foi flagrado brincando junto por pescadores na margem do lago Van, na Turquia. Não se sabe muito além do fato de que eles parecem ser muito próximos.

94 9- 9-1

O conto de Shere Khan, o tigre, Baloo, o urso, e Leo, o leão, é verdadeiramente comovente. Os três foram resgatados juntos de um traficante de drogas que tinha abusado extensivamente dos animais. Baloo precisou até de cirurgia para corrigir deformidades causadas pelo criminoso. Por causa do que sofreram juntos, os três amigos agora são inseparáveis. Eles estão sob os cuidados do santuário Noah’s Ark Animal Sanctuary, nos Estados Unidos.

104 10- 10-1

Manni, o javali, foi encontrado morrendo de fome em um campo no sudoeste da Alemanha. Ele foi resgatado pela família Dahlhaus. Quando foi apresentado ao cãozinho Jack, os dois imediatamente se deram bem.

116 11- 11-1

Kasi e Mtani foram criados juntos no Bush Gardens. Durante a sua juventude, sua amizade incomum era um prazer para os olhos dos visitantes. Conforme o guepardo cresceu, no entanto, começou a se afastar de Mtani e ficar cada vez mais interessado nas guepardos fêmeas. Enquanto Kasi agora passa mais tempo com outros de sua espécie, os dois ainda são bons amigos e costumam visitar locais do parque juntos.

123 12- 12-1

A fotógrafa animal Tanja Askani encontrou este cervo e coelho juntos se divertindo, em uma clássica “situação Bambi”, da Disney.

132 13- 13-1

Suryia e Roscoe vivem juntos em uma reserva de espécies raras e ameaçadas nos Estados Unidos. Orangotangos brancos estão em perigo, mas cães certamente não estão. No entanto, Roscoe tem vivido com Surya desde que a conheceu. Como ele não parecia ter outra casa para ir, os cuidadores de Suryia deixaram que ele ficasse, e os animais se tornaram grandes amigos.

14- 143

Pippin, uma veada bebê, foi adotada por Kate. Elas se tornaram grandes amigas conforme Pippin crescia, mas quando amadureceu, a veada mudou-se para a floresta para criar uma família própria. Pippin ainda visita Kate e sua proprietária Isobel de vez em quando.

15- 153 15-1

Estes dois filhotes de tigre brancos foram separados de sua mãe durante um furacão. Felizmente, eles foram adotados em uma reserva animal nos Estados Unidos por Anjana, a chimpanzé, e sua cuidadora, China York. Anjana já ajudou China a cuidar de muitos animais órfãos diferentes, por isso os tigrinhos estão em boas mãos.

162 16- 16-1

O fotógrafo Lassi Rautiainen percebeu a amizade entre um urso pardo e uma jovem loba cinzenta no norte da Finlândia. Eles sentam-se para comer juntos, desfrutando da companhia um do outro por até duas horas, todas as noites. Ninguém sabe exatamente por que ou como eles se tornaram amigos, mas os animais se encontram todos os dias, provavelmente porque se sentem seguros juntos.

172 17- 17-1

O Zoológico Sriracha, na Tailândia, que possui mais de 400 tigres de bengala, está acostumado a ver esses animais formarem “famílias felizes” com porcos e outras espécies. Mesmo tigres maduros tiram sonecas aconchegados ao lado de grandes porcos que, normalmente, devorariam sem nenhum remorso. Lá, porquinhos filhotes são alimentados por tigresas e tigrinhos por porcas adotivas.

~ Natasha Romanzoti para o Hype Science.