Quando meu gato se sente triste

Você já percebeu como você pode aprender muito com o seu gato? (se você tiver um, é óbvio!) Eles parecem ter nascido com uma sabedoria infinita. Nós, humanos, é que não sabemos de nada! Nós nem sequer conseguimos lidar com os problemas cotidianos. Meu gato é o guru da boa disposição! Ele sabe como SE alegrar e SE sentir melhor todos os dias. E, honestamente, é difícil não admirar. Então, se ele tem algo a ensinar a todos nós – porquê não dar uma olhadinha no guia sobre como ser feliz!

Meu gato está triste.
Meu gato está triste.
Ele não come ou dorme. E normalmente estas são as suas duas coisas favoritas!
Ele não come ou dorme. E normalmente estas são as suas duas coisas favoritas!
Mas meu gato é esperto. Ele sabe alguns truques para não se ficar mais triste.
Mas meu gato é esperto. Ele sabe alguns truques para não se sentir assim.
Quando meu gato se sente triste, ele sai de casa porque você nunca vai saber o que vai acontecer uma vez que saiu de sua zona de conforto.
Quando meu gato se sente triste, ele sai de casa porque você nunca vai saber o que vai acontecer uma vez que saiu de sua zona de conforto.
Quando meu gato se sente triste, ele procura por aventura...
Quando meu gato se sente triste, ele procura por aventura…
...e geralmente a encontra!
…e geralmente a encontra!
Quando meu gato se sente triste, ele chama seus amigos.
Quando meu gato se sente triste, ele chama seus amigos.
Qualquer coisa que você faça é dez vezes melhor quando é feita com um amigo.
Qualquer coisa que você faça é dez vezes melhor quando é feita com um amigo.
Quando meu gato se sente triste, ele tenta coisas novas. Mudar de vez em quando é sempre bom.
Quando meu gato se sente triste, ele tenta coisas novas. Mudar de vez em quando é bom.
Quando meu gato se sente triste, ele vai passear um pouco. Ele parece ser um mestre na arte da meditação.
Quando meu gato se sente triste, ele vai passear um pouco. Ele é um mestre na arte da meditação.
Eu até acho que ele sabe as técnicas do Tai Chi Chuan...
Eu até acho que ele sabe as técnicas do Tai Chi Chuan…
Quando meu gato se sente triste, ele faz de tudo para não se sentir assim novamente!
Quando meu gato se sente triste, ele faz de tudo para não se sentir assim novamente!
Tenho muito o que aprender com ele.
Tenho muito o que aprender com ele.

~ Lingvistov para o Bored Panda.

Anúncios

14 hábitos simples (e viáveis) que podem melhorar sua vida

Você tem muitos objetivos gigantes em sua vida e nunca consegue concluí-los? Essa lista foi feita para você – e pode mudar sua vida! Talvez você esteja fazendo as coisas erradas. Já respondemos por que você não cumpre suas promessas de ano novo, e a ideia é basicamente a mesma: faça coisas pequenas. Não se afobe em mudar sua vida antes de mudar pequenos hábitos. Aqui vão 14 passos totalmente viáveis para mudar sua vida – para melhor:

1. Tenha uma fruteira em sua mesa
Segundo Brian Wansink, professor de marketing da Universidade de Cornell, apenas força de vontade não fará você perder peso: é preciso mudar seu ambiente. Uma fruteira em sua cozinha já é o suficiente para melhorar seus hábitos alimentares. E convenhamos, não é tão complicado ter e abastecer uma fruteira em casa, não é?

2. Tome café da manhã
Muitos estudos já comprovaram os benefícios do café da manhã. Compre um pãozinho na padaria, coma uma fruta, tome um iogurte ou um suco e voilá, você estará pronto para enfrentar o dia! A primeira refeição do dia deve ser rica em carboidratos para te sustentar – afinal, saco vazio não para em pé.

3. Ande (não corra)
Você não é daqueles ratos de academia? Não se preocupe, vamos fazer uma continha básica: se todos os dias você der 200 passos durante um telefonema, mais 100 passos enquanto espera a comida esquentar no microondas, e mais 100 passos enquanto escova os dentes de manhã, você terá andado quase dois quilômetros extras por semana. Parece pouco, mas em um ano você terá andado 80 km a mais.

4. Faça uma lista de coisas para fazer
As manhãs são perfeitas para se planejar. Faça uma lista de coisas para fazer durante o dia, e não se esqueça de distribuir um tempo correto para cada ação. Gastar uns minutinhos fazendo isso poderá te economizar boas horas.

5. Programe o fim de semana mais cedo
Se programar com antecedência é lei se você quiser ter uma vida mais tranquila. Tome alguns minutos durante o começo da semana para pensar sobre o que você gostaria de fazer no fim de semana. Quer ver um filme? Use esse tempo para convidar seus amigos ou comprar os ingressos. Isso vai antecipar imprevistos e economizar seu tempo.

6. Faça um trajeto diferente por semana
Caminhos diferentes para o trabalho ou colégio podem te fazer se sentir melhor – e menos enjoado. O segredo é simples: baixe umas boas músicas durante o fim de semana e mude seu trajeto. Um exercício simples que pode te desestressar.

7. Dê uma volta durante o dia
Está num dia difícil? Dê uma voltinha no quarteirão. Isso vai te ajudar a refrescar sua mente e te deixar mais focado. Não pense que serão minutos jogados fora, uma ideia genial pode surgir em uma dessas caminhadas.

8. Maneire seu tempo assistindo televisão
Não estamos falando para você parar de assistir, apenas para maneirar no tempo que você assiste. Leia um livro ou termine algo que você começou. Além disso, essa prática ajudará a escolher seus programas favoritos.

9. Ajuste seu despertador
Organize seu sono. Meia horinha a mais na cama faz toda diferença. Ou, se você tem um dia cheio de tarefas pela frente, tente ajustar seu despertador para mais cedo. Será como se o dia fosse mais longo.

10. Mude de lugar seu despertador
Se você faz do seu celular o seu despertador e dorme com ele do seu lado, são grandes as chances de que você aperte o botão “soneca”. Deixe o seu despertador longe o suficiente para você ter que levantar para desligar (ou invista em um destes). Esse estímulo vai te ajudar a sair da cama e acordar!

11. Crie uma senha positiva
Você usa muito o computador? Altere suas senhas! Mas não coloque coisas simples como “soufeliz”, use o teclado alfanumérico: “s0uf4l1z”. Ter que digitar palavras de positividade obrigatoriamente pode mudar seu dia. Publicamos aqui um relato que fala justamente sobre como as senhas podem mudar as nossas vidas.

12. Envie um bom e-mail (ou elogie alguém)
Você conversa com várias pessoas por dia e manda milhares de e-mails. No meio desse caos, experimente enviar uma mensagem desejando coisas boas. Admirar o ambiente ao seu redor também pode mudar seu humor.

13. Gaste melhor seu tempo ocioso
Muito tempo na fila do banco? Ainda bem que você tem seu celular! Navegue por fotos antigas, converse com seus amigos, planeje sua semana. Existem inúmeras coisas produtivas para se fazer durante o tempo ocioso.

14. Você é responsável por seus hábitos
Não adiantará nada fazer uma dessas coisas sazonalmente. Um hábito só se torna um hábito quando repetido inúmeras vezes até se tornar prática. Compartilhe com algum amigo seus feitos e conquistas: isso te ajudará a ir mais longe. E não se esqueça: coisas pequenas geram mudanças grandes.

~ Indicações de Fernando Bumbeers para a Revista Galileu.

Zen Pencils #4

zen-pencils-068

Randy Pausch (1960-2008) foi professor de ciências da computação e interação homem-computador na Carnegie Mellon University. Depois de receber o diagnóstico de câncer terminal e saber que teria apenas três a seis meses de vida, ele deu uma palestra famosa chamada The Last Lecture: Really Achieving Your Childhood Dreams [A Última Palestra: Como Alcançar Seus Sonhos de Infância]. A palestra é um relato divertido e inspirador sobre como Pausch realizou (a maioria dos) seus sonhos de infância, desde sentir gravidade zero até trabalhar na Disney. Depois que foi postada no YouTube, a palestra viralizou, Pausch apareceu na Oprah e escreveu um best-seller.

Assista ao vídeo aqui. É muito inspirador, e o otimismo do homem que vive sabendo que vai morrer é uma coisa que tem que se ver para crer.

Obrigado ao Jason por me enviar esta palestra e a citação.

~ Tradução do Outros Quadrinhos.

Zen Pencils #3

Zen Pencils é um site dedicado a adaptar citações de pessoas famosas para histórias em quadrinhos. Foi lançado em fevereiro de 2012 quando o autor – designer gráfico há oito anos – largou o emprego para se dedicar às suas paixões: ilustração e cartum. As biografias de celebridades que lia na Wikipédia acabaram por inspirá-lo a largar o emprego e ir em busca do que queria fazer de verdade. As citações, a aptidão para o desenho e a vontade de compartilhar suas paixões com os outros levaram-no a criar o site que agora é mundialmente reconhecido e que já ganhou versão impressa.

zen-pencils-070

Chris Guillebeau é empreendedor e escritor. Seu blog The Art of Non-Conformity [“A Arte da Não-Conformidade”] ajuda quem quer fazer o que gosta a encontrar uma forma de usar seus talentos de forma significativa. Chris também é louco por viagens e está perto de concretizar seu longo empreendimento de visitar cada país do mundo. Esteja viajando pelo planeta, escrevendo, dando palestras, lançando novos produtos ou organizando encontros de Dominação Mundial, uma coisa é certa: Chris NÃO TEM uma vida ordinariamente mediana.

O blog e os manifestos de Chris (que você baixa de graça clicando aqui – e de onde saiu esta lista) me ajudaram quando eu estava frustrado com o antigo emprego e estava tentando descobrir o que fazer da vida. Recomendo efusivamente o site, assim como o último livro dele, A Startup de $100, a quem estiver num mato sem cachorro, pensando em mudar de carreira ou investir numa coisa apaixonante.

Tive a chance de conhecer Chris quando ele esteve em Melbourne há pouco tempo para o ProBlogger, descobri que ele é fã do Zen Pencils e uma das primeiras coisas que ele me disse foi “Como que eu posso ajudar?”, o que acho que diz muito sobre seu caráter. Sugeri que eu adaptasse uma citação dele como HQ e o resultado é este.

Não sou muito melhor que o carinha do cabelo laranja ali em cima. Em algum momento da vida já fui culpado dos números 1, 2, 3, 4, 6 e 7.

~ Tradução do Outros Quadrinhos.

Epitáfio

Após ser diagnosticada com câncer em novembro de 2014, a norte-americana Megan Sullivan tomou consciência da fragilidade da vida. Isso a fez refletir sobre uma porção de coisas e a levou a uma decisão: partiria em um desafio para conhecer as 7 maravilhas do mundo moderno em apenas 13 dias.

Você se lembra quais são essas 7 maravilhas? Tudo bem, a gente dá uma ajudinha: o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro (Brasil), Chichen Itza (México), A Cidade Perdida, em Petra (Jordânia), Machu Picchu (Peru), o Coliseu (Itália), o Taj Mahal (Índia) e a Grande Muralha da China.

Eu poderia ter me enrolado com essa viagem para sempre, dando desculpas… esperando pelo momento certo, mas em vez disso, durante um passeio em Tahoe [EUA], bebendo Coors Light em um saco de pão com um cara que eu havia conhecido duas semanas antes, eu decidi ir e nós partimos 10 dias depois para o que se tornou a aventura de uma vida”, conta Megan em seu blog.

A viagem rendeu incríveis registros, que você pode conferir abaixo. Em quase todos eles, Megan aparece de costas para a foto, mas de frente para as paisagens, fazendo com as mãos um número de 1 a 7, em alusão às Maravilhas que vai vendo:

megan-sullivan2

megan-sullivan3

megan-sullivan4

megan-sullivan5

megan-sullivan6

megan-sullivan7

megan-sullivan8

~ Hypeness.