30 coisas que você deve parar de fazer a si mesmo

Marc e Angel são dois escritores que mantém um blog de mesmo nome (Marc and Angel Hack Life, em inglês). Por lá você encontra dicas para uma vida mais produtiva, mais saudável. Uma vida melhor. Já faz um tempo que eu acompanho o trabalho deles, mas só agora decidi compartilhar com vocês um dos textos mais incríveis que li por lá.

page 01

01. Pare de perder tempo com as pessoas erradas

A vida é muito curta para perder tempo com pessoas que sugam a sua alegria para fora de você. Se alguém quer você em sua vida, eles vão criar espaço para você. Você não deveria ter que lutar por um lugar. Nunca, jamais insista em aparecer diante de alguém que subestima o seu valor. E lembre-se, seus verdadeiros amigos não são as pessoas que estão ao seu lado quando você está vivendo seus melhores dias, mas sim aqueles que permanecem mesmo nos piores momentos.

02. Pare de fugir dos seus problemas

Encare-os de frente. Não, não vai ser fácil. Não há ninguém no mundo capaz de sair ileso de cada pancada que leve. Não é esperado que estejamos aptos a imediatamente resolver quaisquer problemas. Simplesmente não somos feitos desta forma. Na verdade, somos feitos para nos irritarmos, nos entristecermos, nos machucarmos, tropeçarmos e cairmos. E é por isto ser a razão mesma de viver – encarar problemas, aprender, se adaptar, e resolvê-los ao longo do tempo. Isso é o que efetivamente nos molda na pessoa que nos tornamos.

03. Pare de mentir para si mesmo

Você pode mentir para qualquer outra pessoa no mundo, mas você não consegue mentir para si mesmo. Nossas vidas melhoram apenas quando arriscamos encarar as oportunidades, e a primeira e mais difícil oportunidade que podemos encarar é sermos honestos conosco mesmos.

page 02

04. Pare de colocar as suas necessidades em segundo plano

A coisa mais dolorosa é perder-se de si mesmo no processo de “amar” alguém demais, e esquecer de que você é especial, também. Sim, ajude aos outros; mas ajude-se também. Se existe um momento para correr atrás de sua paixão e fazer algo que realmente importa para você mesmo, este momento é agora.

05. Pare de tentar ser alguém que você não é

Um dos maiores desafios na vida é ser você mesmo em um mundo que tenta fazê-lo igual a todos os outros. Alguém sempre vai ser mais bonito, alguém sempre será mais esperto, alguém sempre será mais jovem, mas eles jamais serão você. Não mude para que os outros passem a gostar de você. Seja você mesmo e as pessoas certas vão amar quem você é de verdade.

06. Pare de se apegar ao passado

Você não pode iniciar o próximo capítulo da sua vida se você continua relendo o anterior.

page 03

07. Pare de ter medo de cometer erros

Fazer algo e falhar é ao menos dez vezes mais produtivo do que não fazer nada. Todo sucesso deixa uma trilha de falhas atrás de si, e cada falha é um passo rumo ao sucesso. Você acaba se arrependendo muito mais das coisas que NÃO fez, do que daquelas que fez.

08. Pare de se repreender por velhos tropeços

Nós podemos amar a pessoa errada e chorar sobre as coisas erradas, mas não importa o quão erradas as coisas se tornem, uma coisa é certa, os enganos nos ajudam a encontrar a pessoa e as coisas que são certas para nós. Todos cometemos enganos, temos tropeços e nos arrependemos de certas coisas em nosso passado. Mas você não é seus enganos, nem seus tropeços, e você está aqui AGORA com o poder de definir o seu dia e o seu futuro. Toda e cada coisa que aconteceu na sua vida está te preparando para um momento que ainda virá.

09. Pare de tentar comprar felicidade

Muitas das coisas que desejamos são caras. Mas a verdade é que, as coisas que realmente nos satisfazem, são totalmente grátis – amor, risadas e trabalhar naquilo que nos apaixona.

page 04

10. Pare de procurar a felicidade exclusivamente nos outros

Se você não está feliz com quem você é por dentro, você tampouco será feliz em um relacionamento de longo prazo com quem quer que seja. Você precisa criar estabilidade na própria vida em primeiro lugar, antes que possa compartilhá-la com mais alguém.

11. Pare de ficar ocioso

Não pense demais ou você criará um problema que nem existia, para começar. Avalie as situações e tome ações decisivas. Você não pode mudar o que se recusa a encarar. Progredir envolve assumir riscos. Ponto! Vocẽ não pode andar até a segunda base e manter o seu pé ainda na primeira.

12. Pare de pensar que você não está pronto

Ninguém realmente se sente 100% pronto quando uma oportunidade aparece. E isto acontece porque as mais grandiosas oportunidades na vida nos forçam a crescer além das nossas zonas de conforto, o que significa que não estaremos totalmente confortáveis, no início.

page 05

13. Pare de se envolver em relacionamentos pelas razões erradas

Relacionamentos devem ser escolhidos com sabedoria. É melhor estar só do que em má companhia. Não há necessidade de pressa. Se alguma coisa deve ser, ela acontecerá – no seu tempo certo, com a pessoa certa e pela melhor das razões. Se apaixone quando estiver pronto, não quando estiver solitário.

14. Pare de rejeitar novas relações por que as antigas não funcionaram

Na vida você perceberá que existe um propósito em conhecer cada pessoa que você conhece. Alguns testarão você, outros te usarão, e outros te ensinarão. Mas, o que é mais importante, alguns despertarão o que há de melhor em você.

15. Pare de tentar competir com todo mundo

Não se preocupe com o que os outros fazem melhor do que você. Concentre-se em bater os seus próprios recordes todos os dias. O sucesso é uma batalha travada apenas entre VOCÊ e VOCÊ MESMO.

page 06

16. Pare de ter inveja dos outros

A inveja é a arte de contar as bençãos alheias, ao invés das próprias. Se pergunte o seguinte: “O que é que eu tenho que todas as outras pessoas desejam?”

17. Pare de reclamar e sentir pena de si mesmo

As “bolas com efeito” da vida são jogadas por um motivo – para mudar o seu caminho numa direção que se destina a você. Você pode não ver ou entender tudo no momento em que isto acontece, e isso pode ser difícil. Mas pense naquelas “bolas curvas” negativas que foram jogadas para você no passado. Você frequentemente perceberá que no final elas te levaram a melhores lugares, pessoas, estados de espírito, ou situações. Então sorria! Deixe todos saberem que hoje você é mais forte do que era ontem, e então você será.

18. Pare de guardar rancor

Não viva a sua vida com ódio no coração. Você acabará machucando a si próprio muito mais do que as pessoas que você odeia. Perdoar não é dizer “o que você fez de errado comigo não tem importância”, é dizer “eu não vou permitir que o que você fez comigo seja a ruína eterna da minha felicidade”. Perdoar é a resposta… desapegue, encontre paz e liberte-se! E lembre-se, o perdão não é apenas para as outras pessoas, é para si mesmo também. E você deve perdoar-se, seguir em frente e tentar fazer melhor na próxima vez.

page 07

19. Pare de deixar os outros te rebaixarem ao nível deles

Recuse-se em baixar os seus padrões de qualidade para acomodar aqueles que se recusam a elevar os deles.

20. Pare de perder tempo se explicando aos outros

De toda forma, seus amigos não precisam e seus inimigos não vão acreditar. Apenas faça o que seu coração aponta como o caminho certo.

21. Pare de fazer as mesmas coisas de novo e de novo sem uma pausa

A hora certa de respirar profundamente é quando você não tem tempo pra isso. Se você continuar insistindo no que está fazendo, você vai continuar obtendo o mesmo resultado. Às vezes, você precisa se distanciar um pouco para ver as coisas mais claramente.

page 08

22. Pare de negligenciar a beleza dos pequenos momentos

Aproveite as pequenas coisas, pois um dia você pode olhar para trás e descobrir que elas eram as grandes coisas. A melhor porção da sua vida será composta dos pequenos e inomináveis momentos que você passa sorrindo junto de alguém importante pra você.

23. Pare de tentar alcançar a perfeição

O mundo real não recompensa o perfeccionismo, ele recompensa as pessoas que conseguem fazer as coisas.

24. Pare de seguir o caminho do menor esforço

A vida não é fácil, especialmente quando você planeja alcançar algo de valor. Não pegue o caminho mais fácil. Faça algo extraordinário.

page 09

25. Pare de agir como se tudo estivesse bem, quando não está

É perfeitamente normal desmoronar por um breve período. Você nem sempre precisa fingir que é o mais forte, nem constantemente tentar provar que tudo está indo bem. Você tampouco deveria se preocupar com o que os outros pensam – chore se precisar – é saudável colocar suas lágrimas para fora. Quanto mais cedo você o fizer, mais cedo você estará apto a sorrir genuinamente de novo.

26. Pare de culpar os outros pelos seus próprios problemas

A dimensão com que você conseguirá realizar seus sonhos depende da dimensão com que você assume responsabilidade pela própria vida. Quando você culpa os outros pelo que você está passando, você nega responsabilidade – você dá aos outros poder sobre aquela parte da sua vida.

27. Pare de tentar ser tudo para todos

Alcançar isto é impossível, e tentar apenas te levará ao esgotamento. Mas fazer uma pessoa sorrir PODE mudar o mundo. Talvez não todo o mundo, mas o mundo dela. Então estreite o seu foco.

page 10

28. Pare de se preocupar demais

A preocupação não removerá os obstáculos do amanhã, mas removerá as delícias do dia de hoje. Um modo de verificar se algo vale o esforço de super ponderar a respeito é se fazer a seguinte pergunta: “Isso importará daqui a um ano? Três anos? Cinco anos?”. Se não, então não é nada que valha o esforço de preocupar-se.

29. Pare de focar naquilo que você não quer que aconteça

Foque naquilo que você quer que aconteça. Pensamento positivo está na dianteira de todo grande história de sucesso. Se você acordar toda manhã com o pensamento de que algo maravilhoso acontecerá na sua vida hoje, e você prestar muita atenção, você com frequência descobrirá que tem razão.

30. Pare de ser ingrato

Não importa o quão bom ou o quão ruins as coisas estejam, acorde todo dia grato pela sua vida. Alguém em algum lugar está desesperadamente lutando pela própria vida. Ao invés de pensar naquilo que falta, tente pensar em tudo aquilo que você já tem e que quase todo mundo sente falta.

~ Texto encontrado no Awebic.

Anúncios

Travo quando vejo gente melhor do que eu

A questão é relativamente simples e muito comum: você só entra em bola dividida que vai ganhar.

O ranking imaginário

O dito popular que diz “o que vem de baixo não me atinge” é tão real quanto o oposto. O que vem de cima nos atinge em cheio porque põe em xeque a habilidade superior que imaginamos ter.

Por exemplo, a avaliação de um iletrado sobre o que eu escrevo não me avalia de fato, mas a de um literato sim. No primeiro caso posso me vangloriar, mas sei que o critério é falso. No segundo sinto um olhar que me constrange porque tem base. Afinal, bancar o sabido com quem não entende do assunto é mais fácil.

575547_10151341618086436_1785446280_n

Esse ranking imaginário que vivemos é uma loucura sem fim.

Quando eu era mais jovem tentavam me convencer sobre a ideia de céu e inferno. Eu me questionava bastante sobre os critérios que estavam envolvidos nesse julgamento. Como medir quem merece descansar no paraíso? Fazer média aritmética de boas ações? Top 10 da vida? Número de seguidores no Twitter? Difícil dizer.

Mas não tem jeito, criamos métricas malucas para comparar tudo, seja o tamanho do pinto ou do jatinho. Para alguns não tem parada, é o topo ou nada.

Quer dizer que você se acha superior?

Fico me perguntando quais critérios usamos para avaliar se alguém é inferior ou superior a nós e, ao fazer este exercício, percebi que temos o cacoete de olhar sempre para a área que dominamos. O motivo é simples: ninguém quer ser reserva no time em que joga.

Acima de nós existe uma quantidade enorme de pessoas mais sábias, competentes, bem-sucedidas e felizes. Nos comparamos a elas? Não quando queremos sentir leve satisfação pessoal. Nesse caso, sempre buscamos falar mal do colega de trabalho incompetente, do vizinho falido, da namorada de um conhecido.

A crítica é sempre sinal dessa busca por nos ranquear lá no alto e permanecer acima da carne seca. Por isso adoramos assistir reality shows e parar hipnotizados diante de um acidente. Inconscientemente sentimos um alívio mórbido: “antes ele do que eu”.

A inveja está aqui, dentro de mim e de você

Criando esse ranking com critérios aleatórios, sem sentido e favoráveis a nós, criamos uma armadilha à qual vamos sucumbir. Ao colocarmos nosso curriculum vitae lado a lado, chegará o momento inevitável de se comparar com figuras que nem temos noção da real performance real, mas que consideramos ultra-poderosas.

Muitos termos de comparação são bastante irreais, pois estabelecem uma hierarquia nada plausível. Nosso pensamento mágico deduz que o Eike Batista caiu de um pé de árvore de dinheiro e que poderíamos chegar facilmente lá.

Se cada contexto pessoal é único, como e por que invejar o Neymar? Ele treinou muitos chutes e dribles mais vezes que você leu livros na vida, haveria alguma forma razoável de comparação entre vocês?

Persistimos na fantasia de que a qualquer momento acharemos os feijões mágicos que nos levarão direto para o pote de ouro escondido entre as nuvens. A inveja é filha da total ignorância em relação a tempo, proatividade, oportunidade, contatos, trabalho duro.

Inferior sob qual ótica?

A inferioridade que sentimos é evidente quando encontramos colegas de faculdade que aparentemente deram a largada da vida profissional na mesma época. Será realmente que partimos do mesmo ponto?

Aliás, que marcadores de sucesso são utilizados por cada pessoa? Por hábito medimos muita coisa com base no dinheiro, mas e se partirmos de valores distintos? Um workaholic do mercado de ações achará um fracasso o colega que virou jornalista de comportamento e economia. Se os critérios não são claros, como dizer que alguém está errado ou no topo da lista?

largada-no-gp-bahrein-2013-620x324

Além do mais, adoramos usar artimanhas para negar qualquer coisa que consideremos uma derrota.  Se a derrota for vergonhosa, distorcemos a realidade para outro lado, justificando: “sou novato, tinha que arriscar”. Tudo para preservar uma imagem cristalina. Difícil deixar trincar nossa autoimagem, né?

Nivelar todo mundo não é o melhor caminho

Devemos então abolir as hierarquias que vivemos? Deixar tudo numa linha horizontal de uma igualdade indistinta? Seria ingenuidade isso.

Muitos estudiosos tentaram estabelecer “hierarquias” humanas de estágios de menor para maior complexidade funcional como Clare Graves (valores), Maslow (necessidades), Ken Wilber (espiritualidade e integral), Cook-Greuter (ego), Freud (estágios da sexualidade), James Fowler (fé) e outros tantos. Estão todos enganados? Não creio.

É natural que haja pessoas com habilidades mais desenvolvidas que as outras. Talvez aceitar que essas diferenças existam sem constrangimento e olhar com real felicidade seja um bom caminho para reconhecer que, no ranking imaginário, alguém passou pelo funil primeiro. E tudo bem, quem sai na frente chama os outros.

Com tudo isso é possível colocar cada pessoa numa tabela do excel numa grande escala humana? Teoricamente ou para fins de recrutamento e seleção sim (ainda que questionável), mas no que concerne ao valor humano intrínseco todos tem o igual direito de pertencer, sem distinção. Daí a base paradoxal dos direitos humanos, diferença na igualdade.

Portanto, enquanto você continuar esperando entrar em bola ganha ou se tiver uma performance intocável, invejável e perfeita, lamento informar, é melhor encomendar o jazigo. Tudo que existe, vivo ou não, vai falhar.

↬ Frederico Mattos, para o Papo de Homem.

Mozart no campo de futebol

Se você é um ouriço, a última coisa que pode fazer é se comprometer a não usar seus espinhos. Voltemos um pouco na história:

Guerra Naval na Baía da Guanabara

Em setembro de 1893, a Marinha Brasileira em peso se rebelou contra o governo e ameaçou bombardear a capital federal se o presidente Floriano Peixoto não renunciasse. Ele se recusou e as fortalezas passaram o mês seguinte atirando contra os navios e os navios, contra as fortalezas.

Depois de um mês, os comandantes dos navios estrangeiros ancorados na baía conseguiram um acordo entre as partes, no qual a Marinha se comprometia a não atirar contra a cidade e o governo se comprometia a não atirar contra os navios rebeldes.

Os líderes da revolta, almirantes Custódio de Mello e Saldanha da Gama, são até hoje revenciados como heróis da Marinha, mas é difícil de entender o por quê: ao aceitar esse pacto, eles passaram atestado de não entender nada de guerra.

O tempo estava a favor do governo em terra, que foi se fortalecendo e costurando alianças. Já a Armada rebelada no mar abrira mão de sua única arma, de sua única ameaça crível, e basicamente se condenara à ociosidade, à inutilidade e à derrota.

O Encouraçado Aquidabã, um dos mais poderosos navios de guerra do Brasil, rebelado.
O Encouraçado Aquidabã, um dos mais poderosos navios de guerra do Brasil, rebelado.

Finalmente, quando o governo se sentiu forte o bastante, desfez o pacto unilateralmente e ainda teve a gentileza de avisar quando começaria operações de guerra contra os navios rebeldes.

Sem outro remédio, os estrangeiros saíram da frente e os revoltosos ou se renderam ou saíram corridos da Baía de Guanabara, encerrando assim a chamada Revolta da Armada. Floriano cumpriu seu mandato até o fim.

Como escreveu Joaquim Nabuco no livro que dedicou ao episódio,

“…quem não quer empregar os meios de guerra não faz a guerra.”

Nabuco era favorável à revolta, eu não, mas nenhum de nós dois acha que os navios deveriam ter atirado contra a capital. Entretanto, se os líderes rebeldes não estavam dispostos a isso teria sido mais humanitário nem mesmo começar a revolta.

(A explicação é simples: dois anos antes, em 1891, o almirante Custódio de Mello fez exatamente a mesma coisa e conseguiu que o então presidente Marechal Deodoro, já velho, cansado e de saco cheio, renunciasse no mesmo dia. O erro de cálculo foi considerar que Floriano Peixoto fosse fazer o mesmo. A revolta se viu na insustentável posição de não ter estômago para cumprir as próprias ameaças. Por isso, como todos que já se colocaram nessa mesma sinuca, perdeu.)

Neymar na Orquestra Sinfônica

E aí você pergunta, amigo leitor:

“E daí? Qual é a relevância disso pra mim?”

É simples. A revolta foi derrotada porque se comprometeu a não usar a sua única arma.

E, todo dia, observo várias pessoas, amigos, colegas de trabalho, familiares, dando com os burros n’água pelo mesmo motivo.

Vejo o inteligente tentando competir com o lindo na beleza, vejo o lindo tentando competir com o inteligente na cultura.

Vejo o Neymar desafiando o Federer para uma partida de tênis, vejo o Cesar Cielo desafiando o Usain Bolt pra uma corrida. Nunca dá certo.

A vitória tem várias chaves. Uma delas é não desistir. A outra é escolher suas batalhas e escolher suas armas.

O mundo está cheio de Mozarts que ninguém ouviu falar porque ao invés de estudar piano, estavam dando murro em ponta de faca na quadra de futebol.

Autoria de Alex Castro, para o Papo de Homem.

21 imagens que irão restaurar sua fé na humanidade

As pessoas nem sempre são terríveis. De vez em quando, podem até cometer alguns atos maravilhosos! Aqui estão 21 imagens que (talvez) vão lhe lembrar disso:

1. Cristãos em Chicago (EUA), que apareceram numa marcha do Orgulho Gay para pedirem desculpas pela homofobia da Igreja…

Da esquerda para direita: “Nos desculpem por como os cristãos julgaram vocês”, “Nos desculpem por como os cristãos evitaram vocês”, “Nos desculpem por como a igreja tratou vocês”, “Eu era um homofóbico cego pela bíblia, me desculpem!”

…e a reação dos integrantes da marcha!

2. Senhores idosos que se voluntariaram para cuidar da crise nuclear em Fukushima (Japão), evitando assim que os jovens se submetessem à radiação.

Aposentados japoneses são voluntários para lidar com a crise nuclear – Yasuteru Yamada disse que pessoas de todas as faixas etárias são benvindas no grupo.
Um grupo de mais de 200 aposentados japoneses estão se voluntariando para lidar com a crise nuclear em Fukushima. Os Habilidosos Corpos Veteranos, como eles chamam a si mesmos, é composto por engenheiros aposentados e outros profissionais, todos com mais de 60 anos. Eles dizem que eles devem encarar os perigos da radiação, não os jovens.

3. Noruegueses que conseguem resgatar uma ovelhinha do oceano.

4. A placa dessa livraria “espetacular”!

Durante os horários comerciais, os livros na faixada são 50 centavos cada, ou 5 por 2 dólares. Quando o estabelecimento estiver fechado, sintam-se livres para pegá-los emprestado ou comprá-los e me pagar depois. A qualquer hora: se você não tem dinheiro para comprar livros e precisa ou quer ler, sinta-se à vontade. Aceitamos doações.

5. O resultado de como Snooki (que nome estranho!) deveria nomear seu filho!

“Eu sinceramente não dou a mínima!”

6. O momento em que essa atleta de Ohio (EUA) parou pra ajudar uma competidora machucada a cruzar a linha de chegada.

Meghan Vogel, 17 anos, ficou em último lugar na corrida de 3.200 metros quando alcançou a competidora Arden McMath, cujo corpo já não aguentava mais correr. Ao invés de ultrapassá-la para não ficar em última, Vogel colocou o braço de McMath nos ombros, a carregou por 30 metros, e então empurrou-a para a linha de chegada antes de atravessá-la.

7. A troca de cartas entre uma garota de 3 anos (e 1/2) e um shopping center.

Querido Sainsssssssssssssssbbbbbbbbbbbbbbbbbbburyyys
Por que o nome do “pão tigre” é pão tigre? O nome devia ser “pão girafa”.
Com amor, Lily Robinson (idade 3 e meio)
Muito obrigado pela sua carta. Eu acho que renomear o pão tigre para pão girafa é uma idéia brilhante – parece muito mais com as pintas de uma girafa do que com as listras de um tigre, não é? É chamado de pão tigre por que o primeiro padeiro que fez o pão há muuuuuuuuito tempo achou que parecesse listrado como se fosse um tigre. Talvez ele fosse meio bobo.
Realmente gostei de ter lido sua carta, então achei que deveria te mandar um presentinho. Coloquei um vale de 3 euros com essa carta, se você pedir pra sua mamãe ou seu papai te levar para Sainsbury’s você poderia usá-lo para comprar alguns dos seus próprios tiger breads (e talvez se sua mamãe e seu papai deixarem, você pode comprar uns doces também!). Por favor, peça a um adulto para esperar 48 horas antes de usar esse cartão.
Fico orgulhoso que você tenha escrito para nós e espero que você goste de gastar seu vale. Te vejo na loja em breve. Atenciosamente, Chris King (27 anos e um terço)

8. Esse bilhete foi deixado para um garçom junto a uma nota de 20 dólares por uma senhora no restaurante em que trabalhava.

Luke, A gorgeta que te dei foi por que você me lembra muito meu filho, Deron, que morreu há 15 anos atrás.Talvez você pareça um pouco com ele, mas é seu tipo, sua gentileza, sua consciência, seu espírito cortês que fez essa conexão. Obrigada pela lembrança amarga e doce ao mesmo tempo. Que Deus te abençoe, querido!

9. E essa placa do Subway?

Refeições gratuitas para os moradores de rua todas as sextas, das 3 às 5 da tarde.

10. Camponês carregando gatinhos que ficaram encalhados durante enchentes ocorridas na cidade de Cuttack (Índia).

11. A espetacular placa dessa lavanderia!!!

“Se você está desempregado e precisa de uma roupa limpa para uma entrevista, a gente lava DE GRAÇA”
Plaza Cleaners em Portland (EUA) ajudou mais de 2.000 desempregados que não conseguiam bancar as lavagens a seco. O dono da loja estimou que isso custou cerca de 32 mil dólares para a companhia.

12. Um homem dando suas sandálias para uma moradora de rua no Rio de Janeiro (quem nunca se emocionou?)!

13. Bombeiro administrando oxigênio para um gatinho resgatado de um incêndio domiciliar…

14. …e esse também!

15. A interação de uma garota na Guatemala com um turista que acabou de conhecer.

16. O gesto simples de um vizinho.

Olá Vizinho. Meu nome é Mohammad, um muçulmano, morando em XXX.
Estamos fazendo jejum pelo mês do Ramadâ. Domingo, 7 de agosto às 8 da noite, gostaria convidar você e sua família para quebramos o jejum. Serviremos um jantar.
Por favor me ligue para confirmar, e me diga quantos membros da sua família virão.

17. Duas crianças cooperando para resgatar um cachorro que caiu em um desfiladeiro.

18. O recado na conta de uma família.

Alguém pagou nosso jantar quando éramos pais jovens, o que realmente nos marcou. O fundamento desse gesto é a boa paternidade. Continuem fazendo um bom trabalho… o tempo passa muito rápido.
“Minha esposa, meu bebê de 1 ano e eu fomos jantar e isso era o que estava escrito na nossa conta.”

19. A interação entre protestantes e militares durante uma comoção aqui no Brasil!

Durante um protesto no Brasil, um general disse: “Por favor, não lutem, não no meu aniversário…” Então um grupo de protestantes fizeram uma surpresa para ele.
Fé na humanidade: restaurada.

20. As imagens de um jovem pulando em águas agitadas para salvar um cachorro em Melbourne (Austrália).

Sue Drummond estava andando com seu amado Shih Tzu, Bibi, num píer em Melbourne, quando uma forte ventania o derrubou nas águas agitadas da baía. Um transeuntee, Raden Soemawinata, que por acaso estava no píer aquele dia para espalhar as cinzas da avó, não perdeu tempo: tirou a roupa e mergulhou na baía para resgatar o animal.

21. Dois melhores amigos num abraço! ((=

O original foi encontrado aqui: Tatudobem? (Indicação de Eduardo Karasinski e Luiz Otávio). Original em BuzzFeed.

Vídeos para matar a preguiça

Sabe aquele corredor jamaicano que você mal consegue lembrar o nome?  Ele é um dos profissionais mais bem sucedidos do mundo. Assim como pouquíssimos outros profissionais, ele fez algo que todo mundo considerava impossível de ser feito, incluindo cientistas. Ele quebrou o que era tido como limite humano ao correr 100 metros em 9.69 segundos, diminuindo depois para 9.58. Assustador.

Todos deveriam se inspirar em atletas. Esporte profissional é um dos mercados de trabalho mais difíceis que existem, se não o mais difícil. Por mais que, no Brasil, seja comum não dar muito valor para essa carreira, devemos entender o quanto é difícil chegar onde eles chegaram e tentar traçar um paralelo real e direto entre atletas e profissionais de sucesso. Imagine você ter um emprego em que apenas um entre milhões, vai se tornar referência e conseguir algum tipo de reconhecimento? E não digo reconhecimento do tipo: “parabéns você é bom nisso”, mas pagar as contas, comprar uma casa e cuidar dos filhos.

Se todos trabalhassem motivados como atletas de elite, se aplicassem a mesma dedicação no que fazem, seja lá qual atividade esteja engajado, tenho certeza que o resultado de vocês seria bem diferente.

Preparei esta série de vídeos para tentar incentivar, mostrar que a vida é uma grande competição. Que em menos de 100 anos todo mundo que você conhece já vai estar morto. Eu quero que vocês entendam que só temos essa vida, e o que vamos fazer nesse curto espaço de tempo é o que vai definir a nossa existência.

E se você acha que veio para esse mundo a passeio, pense duas vezes.

A lista abaixo faz parte dos meus favoritos. Vídeos que vejo praticamente todos os dias, que me envolvem no estado mental necessário para ser melhor, para buscar o “extra”, para não cair na mediocridade. Alguns têm legenda, outros dispensam qualquer texto. Os que são em inglês e não possuem legendas, fiz questão de traduzir o que é dito.

1. HBO  – I Still Have a Soul

Este vídeo tem um apelo forte. Não só porque ele esfrega em nossas caras que temos todo o luxo do mundo e ainda sim nos prendemos a desculpas para não fazer o que queremos, para não seguir nossos sonhos. No filme Amor Sem Escalas, o personagem interpretado por George Clooney esclarece o conceito: “Você sabe por que amamos os atletas? Porque eles seguem seus sonhos.”

Não existe nada tão motivador quanto ver alguém seguindo seus sonhos, buscando o que quer e alcançando isso. Toda vez que vejo esse vídeo e lembro que tenho as melhores condições do mundo, treino em ótimos lugares, mas mesmo assim às vezes sinto preguiça. Cara, eu me sinto um lixo.

Esse é o motivo de indicar este vídeo, para fazer você ter vergonha de sentir preguiça.

Quem quer faz, quem não quer arruma desculpa.

asd

2. Você Contra o Segundo Lugar

Disseram que é bom começar o discurso com uma piada, mas não vou te dar esperanças. Não estou aqui para contar piadas. Eu estou aqui para lutar, para lutar contra o segundo lugar. Eu tenho quase tanta paciência com o segundo lugar, quanto tenho por moscas na minha sopa.

Mas talvez você goste de moscas na sua sopa, talvez goste do segundo lugar, talvez você goste da conversa fiada “Você deu o seu melhor, mais sorte da próxima vez” que alimenta os corredores.

Deixe-me colocar isso de outra forma, se você acha que o segundo lugar não é tão ruim assim, por que não pergunta a Napoleão, como ele se sentiu, sendo o segundo a chegar a Waterloo? Não muito bem, não muito bem. E você pode dizer “Não importa ganhar ou perder, o importante é competir” bobagem, posso garantir que a pessoa que disse isso perdeu o jogo.  A moral da história vem em primeiro.

Ainda quer ouvir uma piada? Tenho uma pra você. Toc Toc, quem é? O cara que ficou em segundo lugar, Ficou em segundo, quem?… Exatamente.

asd

3. Vocês Vs. Eles

Ganhe ou não este negócio, você tem que decidir como você sair andando daqui, quando tudo já estiver dito e feito. Porque o jogo continua, e só existe uma regra que você precisa saber: não existem segundas chances.

Existe apenas um momento e o próximo momento. Cada um desses momentos é um teste que você só pode pegar uma vez, APENAS uma vez. Então se você enxergar uma porta entre por ela. Se você tiver uma chance de chegar a vitória, tenha certeza de agarra-la.  Curta esse momento! Este momento é uma encruzilhada aonde tudo que você quer, vai se chocar com tudo que está a sua frente. Você tem a força te empurrando.

Medo e dúvida estão trovejando na sua frente como um trem na sua frente. E tudo que você tem… …A única diferença entre fazer história e ser história, a única coisa que você pode contar a qualquer momento é você.

É você contra “eles”, você contra “não”, você contra “não consegue”, você contra “no ano que vem”, ”Ano passado”, “Estatísticas”, “Desculpas”. É você contra “história”, você contra o “azar”. É você contra o “segundo lugar”. O tempo está passando, vamos ver o que você faz.

asd

4. Movie-DO

A Mensagem aqui é simples e objetiva. Ninguém está aqui a passeio. Se você tem vários sonhos e não corre atrás dele, talvez precise refletir um pouco sobre sua vida. Ninguém está aqui a passeio, e se você está cansado de esperar as coisas acontecerem sozinhas, talvez seja a hora de você dar uma ajudinha a sua sorte.

A Frase final do vídeo diz tudo: “Repita: Eu quero mudar, eu quero uma vida melhor: Então vá e faça alguma coisa. Você vai conseguir”.

asd

5. Sem Desculpas

E não me venha com desculpas.  Eu diariamente escuto as mais variadas desculpas para não se fazer alguma coisa. Para não entregar um trabalho, para não ir treinar, para não assistir aula. Algumas desculpas são até “verdadeiras”, mas apenas explicam, não justificam.

Sempre que ouvi alguém reclamando de que algo era difícil em um treino, meu professor dizia: “Difícil é sustentar uma família com um salário mínimo, o resto é fácil”. Por mais que seja difícil de aceitar, que doa no ego, a verdade é uma só:

Quem quer faz, quem não quer arruma uma desculpa.

asd

6. Quanto você quer o sucesso?

Este vídeo ficou por último, apesar de ter sido o primeiro a ser selecionado para esta lista. Ele deve ser visto com atenção. Sua mensagem é clara e apesar de estar associada a um vídeo esportivo, pode ser transposta para qualquer realidade. Ao ouvir (ler) as palavras ditas por Eric Thomas, tenho certeza que provavelmente vai se encaixar em todos os aspectos do seu cotidiano.

asd

Nota do editor: Deste último vídeo em particular, eu decidi transcrever a fala do narrador, pois quando você lê ao seu tempo e da sua forma, ela fica melhor compreendida. Tomei a liberdade de alterar alguns pontos, para melhor entendimento. Espero que consigam ler até o final, e espero também que ele FAÇA DIFERENÇA pra vocês, assim como foi pra mim!

“Havia um jovem que queria ficar muito rico, e ele queria aquele ‘guru’, certo? Então ele foi até o guru e lhe disse: “Eu quero estar no mesmo nível que você está.” Então, o guru lhe respondeu: “Se você quer chegar no meu nível… eu te encontro amanhã na praia.”

Então o jovem chegou lá às 4 da manhã, pronto pra detonar. Estava de terno quando devia estar de shorts. Quando o velho chegou, ele segurou a mão do jovem e perguntou: “O quanto você quer ser bem sucedido?” O jovem respondeu: “Quero muito.” O velho então pediu: “Ande até a água.” O jovem caminhou pela maré até afundar-se pela cintura, e pensou: “Esse cara é louco. Eu quero ganhar dinheiro, ele me manda nadar aqui. Eu não quero ser um salva-vidas!”

O velho disse: “Ande um pouco mais.” Ele andou um pouco mais, com água até o ombro. E pensou: “Ele velho é louco, é rico, mas ele é louco.” E o velho dizendo: “Ande um pouco mais.” Ele andou um pouco mais, a água agora batendo na sua boca. O jovem começou a se desesperar: “Eu vou voltar, esse cara tá viajando.” O velho o persuadiu: “Achei que você quisesse ser bem sucedido?!” O jovem respondeu: “Mas eu quero!” E o velho: “Anda um pouco mais.”

Ele foi, andou mais. Num determinado momento, o velho pegou sua cabeça, a afundou debaixo d’água e o segurou, o jovem começou a chutar e a se debater, ainda afundando, e quando ele estava para desmaiar o velho o trouxe de volta pra cima, dizendo: “Eu quero te ensinar uma coisa! Quando você quiser suceder tanto quanto você quer respirar, aí sim você será bem sucedido.

Não sei quantos de vocês já tiveram asma, mas quando você tem um ataque e fica sem ar, você fica desesperado, e a única coisa que você quer fazer é ‘respirar’. Você não liga pra nenhum jogo de futebol, você não liga pro programa de TV, você não liga pra quem está te chamando, você não liga pra nenhuma festa. A única coisa que você se importa quando você tenta respirar é conseguir ar fresco, só isso! E quando você chega no ponto que você quer ser tão bem sucedido quanto você quer respirar, então você irá suceder.

E eu estou aqui lhes dizendo, em primeiro lugar, que a maioria de vocês que querem ser bem sucedidos não querem tanto assim, vocês só ‘meio que querem’. Vocês não querem isso mais do que querem ir pra alguma festa, não querem mais do que querem ser ‘legais’… a maioria não quer suceder tanto quanto querem dormir! Alguns de vocês adoram dormir mais do que adoram o sucesso. E eu estou aqui para dizer-lhes que se vocês querem ser bem sucedidos, vocês precisam abrir mão do seu sono. Vocês precisam estar dispostos a trabalhar 3 horas, e a descansar apenas 2!

Se vocês querem mesmo ser bem sucedidos, algumas vezes vocês terão de ficar acordado por 3 dias seguidos! Porque se vocês dormirem, podem perder a oportunidade de fazer sucesso. É um tanto assim que vocês tem que querer!!! Vocês devem querer tanto, que alguns dias vocês vão se esquecer até de comer. Beyoncé disse uma vez que estava no set fazendo suas coisas, e que depois de três dias, ela percebeu que tinha se esquecido de comer! Porque ela estava envolvida pelo trabalho! Eu nunca vou esquecer também, que enquanto 50 Cent não estava fazendo seu filme, ele estava trabalhando na trilha sonora, e em tantas outras coisas… E perguntaram-no ‘Quando você dorme, 50?’ ‘Dormir?!’, ele disse: ‘Dormir é para os que estão quebrados.Eu não durmo. Eu tenho uma oportunidade de fazer um sonho virar realidade.’

Não chorem e desistam! Vocês já estão sofrendo, já estão com dores. Ganhem uma recompensa disso! Não vão dormir até que vocês sucedam. Estou aqui para dizer que vocês podem saltar, girar, vocês pode se empolgar quando lhe pagarmos pelo seus serviços, mas vocês nunca irão suceder até que não precisem mais de um único centavo para fazer o que vocês fazem. Vocês nunca serão bem sucedidos até que digam: ‘Eu não preciso dessa grana, porque já tenho isso dentro de mim.'” ~ Eric Thomas

Autor: Alberto Brandão. Fonte: Papo de Homem.