Monstros da literatura

Não há nada mais assustador do que um monstro aterrorizante em um livro, ainda mais quando você está sentado sozinho em seu quarto escuro com o vento assobiando lá fora, a casa em silêncio ouvindo cada respiração sua e a imaginação funcionando selvagemente com as palavras dentro de você.

Para trazer esta lista pesquisamos os mais assustadores monstros da literatura, classificado-os dentro de três quesitos: aparência, poderes e intenção maligna, o que nos ajudou a chegar numa pontuação global.

Então, acomode-se em uma sala bem iluminada com um copo de leite quente ao seu lado, ponha alguma música alegre para tocar e tente não ter pesadelos quando fechar os olhos para dormir.

Monster-In-Literature-01

Vinte Mil Léguas Submarinas (1870) Julio Verne: Nemo e sua tripulação mergulharam fundo nas profundezas negras do oceano, e do fundo do abismo eis que surgiu uma lula gigante. Alguém aí gosta de frutos do mar?

Outside Over There (1981) Maurice Sendak: Estes goblins (ou duendes) já sequestravam bebês muito tempo antes de David Bowie decidir gravar seu clássico filme Labirinto.

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1820) Washington Irving: Tente não perder sua cabeça cavalgando neste estranho cavalo. Alguém viu onde a deixei por último?

Monster-In-Literature-2

The Day of the Triffids (1951) John Wyndham: Imagine um mundo onde as plantas podem se mover… Isso não parece tão assustador, não é mesmo? A menos que elas tentem te cegar e devorá-lo.

The Ankle Grabber (1989) Rose Impey: Cuidado com o monstro que vive debaixo da sua cama, e, se você sentir alguma mão querendo puxar seu pé, corra!

A Máquina do Tempo (1895) H. G. Wells: O interior da Inglaterra no ano 807.701 está arruinada por uma raça canibal heliofóbica, que vive nos subterrâneos e só sai à noite.

Monster-In-Literature-3

Batman #357 (1983) Gerry Conway: Os esgotos de Gotham guardam um terror reptiliano, Crocodilo é um homem enorme, coberto de escamas, com uma força sobrenatural e uma inclinação nada favorável à atividades criminosas.

Guerra dos Tronos (1996) George R. R. Martin: Os Outros podem acabar com seu churrasco no final de semana, congelando o carvão e ressuscitando sua galinha congelada para atacá-lo.

Coraline (2002) Neil Gaiman: A “Outra Mãe”, como também é conhecida, é “algo” que consegue coagir e trancafiar crianças em seu mundo para depois devorar suas almas. Como? Com muito amor é claro.

Monster-In-Literature-4

Frankenstein (1818) Mary Shelley: Oh, Dr. Frankenstein, o quê você está fazendo? Deixe os corpos dos mortos em paz e volte a brincar com seu kit de química da escola.

Alice Através do Espelho e o que Ela Encontrou por Lá (1871) Lewis Carroll: O herói que enfrentou o Jaguadarte não se intimidou por suas garras ou seu olhar em chamas; ele teve compaixão do monstro, porque no fundo, conseguiu sentir o que bicho sentia.

O Estranho Caso do Doutor Jekyll e do Senhor Hyde (1886) Robert Louis Stevenson: A batalha primordial entre o bem e o mal dentro de uma única individualidade. O desafortunado Henry Jekyll e… bem, você não vai querer conhecer seu “outro lado”…

Monster-In-Literature-5

O Cavalo e seu Menino (1954) C. S. Lewis: Um deus demoníaco é tudo o que Aslan não quer em Nárnia. Além de ter quatro braços e a cabeça de abutre, ele exige inúmeros rituais de sacrifícios, precisa dizer mais alguma coisa?

A História sem Fim (1979) Michael Ende: O que é mais aterrorizante do aquilo que não se pode ver? Uma entidade com a face do mal obcecada em nos destruir. Conheça, o Nada.

Odisséia (675-725 a.C.) obra atribuída a Homero: “Odisseu, lute por sua vida e pelo regresso de seus companheiros ao lar. Oh, e tenha cuidado com a serpente-do-mar gigante e hedionda, um monstro com seis cabeças!”

Monster-In-Literature-6

Teogonia (aproximadamente em 700 a.C.) Hesíodo: “Empedre-me, se não estiver tão velha para isso, Medusa!”. Este antigo monstro com cabelos de serpentes incutiu o medo no coração de leitores durente séculos.

Beowulf (aproximadamente no séc. X) autoria desconhecida: Uma criatura cruel e selvagem de enorme estatura, força bruta e astúcia que repetidamente ataca durante a noite o salão de festas do rei Hrothgar. Tente defender suas muralhas, e torne-se um suculento jantar para o monstro.

A Mulher de Preto (1983) Susan Hill: Reze para nunca encontrar a Mulher de Preto; um espectro malevolente que sempre presencia terríveis tragédias antes de acontecerem.

Monster-In-Literature-7

O Prisioneiro de Askaban (1999) J. K. Rowling: Os Dementadores se alimentam de todo e qualquer pensamento feliz ou esperança que suas vítimas possam ter. E também não são os melhores parceiros para se ganhar um beijo.

O Senhor dos Anéis (1954) J. R. R. Tolkien: “Um anel para a todos governar…” Eram nove homens que sucumbiram ao poder da escuridão e quase atingiram a imortalidade como “os mais terríveis servos” de Sauron.

Dracula (1887) Bram Stocker: Conde Dracula é o original chupador de sangue com fobia de odores fortes, um misto de homem/morcego/lobisomen.

Monster-In-Literature-8

O Chamado de Cthulhu (1928) H. P. Lovecraft: Parte polvo, parte homem e parte dragão. Esta criatura cósmica não é algo que você queira ver no seu mundo. A menos que você deseje destruí-lo.

As Bruxas (1983) Roald Dahl: A Rainha Bruxa pode lançar lasers de seus olhos, e isso não é nada comparado ao seu desejo de aniquilar todas as crianças da face da Terra.

It (1986) Stephen King: Um metamorfo maligno que se apresenta como um palhaço para aliciar criancinhas. Dica: quando perder seu barquinho de papel num bueiro, não vá atrás dele, apenas faça outro.

↬ Montagem e tradução livre do original publicado por Morph Costumes.

Atores revisitando seus mais célebres papéis

Empire Magazine é a maior revista de cinema da Grã-Bretanha e tem sido publicada mensalmente desde 1989. Para comemorar seu 20º aniversário, publicou uma edição especial supervisionada por seu editor-convidado Steven Spielberg.

Na seção especial intitulada “O Portfólio de Aniversário”, a Empire realizou uma sessão de fotos exclusiva com os maiores astros do cinema, prestando homenagem a alguns dos mais emblemáticos filmes nos últimos 20 anos (1989 – 2009). A matéria em questão contou com mais de 27 estrelas de Hollywood revivendo algumas de suas performances mais famosas em seus trajes cotidianos.

arnold-shwarzenegger-terminator-empire-shoot
Arnold Schwarzenegger, em O Exterminador do Futuro (1984) (8,1 no iMDb).
bean_mortinsen-lord-of-the-rings-empire-shoot
Sean Bean & Viggo Mortensen, em O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001) (8,8 no iMDb).
ben-stiller-zoolander
Ben Stiller, em Zoolander (2001) (6,6 no iMDb).
christian-bale-american-psycho-empire-shoot
Christian Bale, em Psicopata Americano (2000) (7,6 no iMDb).
clint-eastwood-morgan-freeman-empire-shoot
Clint Eastwood & Morgan Freeman, em Os Imperdoáveis (1992) (8,3 no iMDb).
gerrard-butler-300-empire-shoot
Gerard Butler, em 300 (2006) (7,8 no iMDb).
harry-potter-cast-empire-shoot
Daniel Radcliffe & Emma Watson & Rupert Grint, na série Harry Potter (2001-2011) (média de 7,6 no iMDb).
hopkins-foster-silence-of-the-lambs-empire-shoot
Anthony Hopkins & Jodie Foster, em O Silêncio dos Inocentes (1991) (8,6 no iMDb).
kiera_mcavoy
Kiera Knighyley & James McAvoy, em Desejo e Reparação (2007) (7,8 no iMDb).
matt-damon-empire-shoot-bourne-series
Matt Damon, na série Bourne (2002-2007) (média de 7,9 no iMDb).
mel-gibson-braveheard-empire-shoot-3
Mel Gibson, em Coração Valente (1995) (8,4 no iMDb).
pegg_frost-shaun-of-the-dead-empire-shoot
Simon Pegg & Nick Frost, em Todo Mundo Quase Morto (2004) (8,0 no iMDb).
sam_neill-jurassic-park-empire-shoot
Sam Neil, em Jurassic Park (1993) & Jurassic Park III (2001) (média de 6,95 no iMDb).

~ Twisted Sifter.

Como seriam os vilões quando crianças?

Neste mês das crianças, tem muita gente voltando no tempo ou imaginando como seriam algumas celebridades quando crianças. Foi neste clima que o ilustrador Pit Hammann pegou alguns vilões e fez versões deles como crianças (ou fantasia delas), dando uma pitada de fragilidade. Bem bacana não acham?

vilao-bb-08

vilao-bb-01

vilao-bb-07

vilao-bb-03

vilao-bb-05

vilao-bb-04

vilao-bb-10

vilao-bb-06

vilao-bb-09

vilao-bb-02

~ Design on the Rocks.

7 é o mais legal de todos

Muita gente tem um número da sorte. Meu pai levou o seu a sério por muitos anos. Quando ele comprava um carro novo, pouco importava a cor, contanto que estampasse na placa o bom e velho 18. Deve ter puxado isso do meu saudoso avô, que sabia de cabeça todas as dezenas do jogo do bicho.

Eu, provavelmente, sou a única pessoa no universo que tem um número da sorte de 3 dígitos, o mágico e sempre presente 313. Mas esse é assunto para outra hora, pois ele merece um post só seu.

Fato é que, de todos os números e combinações possíveis, o 7 é o mais legal de todos.

Vejam só: a semana tem sete dias, assim como o arco-íris tem sete cores.

Os anões da Branca de Neve? Sete.

giphy

Sete notas musicais. Sete pecados capitais. Sete maravilhas do mundo. E quantas vidas tem um gato?

Se uma coisa é muito importante, guardamos a sete chaves.

Se fazemos arte, pintamos o sete.

E, muitos de nós quando morrerem, estarão a sete palmos debaixo da terra.

Falando em morrer, uma galera foi pro beleléu graças as sete pragas do Egito.

Se você pratica ioga, deve saber localizar os sete chakras. Se joga buraco, precisa de sete cartas pra fazer uma canastra. E se já fez algum cruzeiro na vida, com certeza navegou por um dos sete mares.

Um cristão de carteirinha deve receber sete sacramentos ao longo de sua vida.

Não a toa, o número sete também costuma representar o universo. E no universo particular de J. R. R. Tolkien, eram 7 os anéis confiados aos Senhores Anões. Anões? Hum…

Harry Potter também fez mágica com o sete, número exato dos livros que completam a sua saga. Até os Power Rangers eram sete!

E olhe só que coisa: você está lendo esse post justamente no dia 7 de [em] setembro (setembro que, originalmente, era o sétimo mês do ano).

E se, ainda assim, você achar que sete é número de mentiroso, tente dormir depois dessa:

S + E + T + E = 19 + 5 + 20 + 5 = 49 = 7 x 7!

Então, que tal a partir de amanhã, você expandir suas possibilidades, suas oportunidades, ideias e insights? Eu te desafio a listar sete coisas que você deseja muito conquistar e fazer um pouco por dia até consegui-las. Quem sabe você descobre que o seu número da sorte é justamente o 7?

PS: 7 é o número da águia e, se estivesse vivo, certamente meu avô ia fazer uma fezinha depois de ler esse post! 😉

~ Marcelo Gastaldi para o Update or Die!

PS2: Talvez nem tão legal para os brasileiros, não é mesmo? Ou alguém já se esqueceu do famigerado 7×1?

François Dourlen recria cenas icônicas usando um iPhone

O professor francês François Dourlen usa as paisagens das ruas para recriar cenas icônicas de filmes, programas de TV e games. Com paciência para acertar o ponto certo da imagem, Duerlen prova que é possível criar fotos originais e divertidas usando um iPhone e a imaginação.

As imagens de Dourlen estão correndo o mundo; confira algumas a seguir:

10984589_500288383445186_4969384543559214809_o

1888994_496222153851809_1327861023198828138_o

11163116_512816525525705_4947173121912013750_o

10993107_485830511557640_1254274491928366049_o

10900010_473060659501292_6244494324414975036_o

10492963_460992594041432_6147336733485659425_o

10295942_385774638229895_4498260540115785880_o

photos-de-francois15

photos-de-francois4

~ Indiqueition da Keki’s, texto do Geekness.