Monstros da literatura

Não há nada mais assustador do que um monstro aterrorizante em um livro, ainda mais quando você está sentado sozinho em seu quarto escuro com o vento assobiando lá fora, a casa em silêncio ouvindo cada respiração sua e a imaginação funcionando selvagemente com as palavras dentro de você.

Para trazer esta lista pesquisamos os mais assustadores monstros da literatura, classificado-os dentro de três quesitos: aparência, poderes e intenção maligna, o que nos ajudou a chegar numa pontuação global.

Então, acomode-se em uma sala bem iluminada com um copo de leite quente ao seu lado, ponha alguma música alegre para tocar e tente não ter pesadelos quando fechar os olhos para dormir.

Monster-In-Literature-01

Vinte Mil Léguas Submarinas (1870) Julio Verne: Nemo e sua tripulação mergulharam fundo nas profundezas negras do oceano, e do fundo do abismo eis que surgiu uma lula gigante. Alguém aí gosta de frutos do mar?

Outside Over There (1981) Maurice Sendak: Estes goblins (ou duendes) já sequestravam bebês muito tempo antes de David Bowie decidir gravar seu clássico filme Labirinto.

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1820) Washington Irving: Tente não perder sua cabeça cavalgando neste estranho cavalo. Alguém viu onde a deixei por último?

Monster-In-Literature-2

The Day of the Triffids (1951) John Wyndham: Imagine um mundo onde as plantas podem se mover… Isso não parece tão assustador, não é mesmo? A menos que elas tentem te cegar e devorá-lo.

The Ankle Grabber (1989) Rose Impey: Cuidado com o monstro que vive debaixo da sua cama, e, se você sentir alguma mão querendo puxar seu pé, corra!

A Máquina do Tempo (1895) H. G. Wells: O interior da Inglaterra no ano 807.701 está arruinada por uma raça canibal heliofóbica, que vive nos subterrâneos e só sai à noite.

Monster-In-Literature-3

Batman #357 (1983) Gerry Conway: Os esgotos de Gotham guardam um terror reptiliano, Crocodilo é um homem enorme, coberto de escamas, com uma força sobrenatural e uma inclinação nada favorável à atividades criminosas.

Guerra dos Tronos (1996) George R. R. Martin: Os Outros podem acabar com seu churrasco no final de semana, congelando o carvão e ressuscitando sua galinha congelada para atacá-lo.

Coraline (2002) Neil Gaiman: A “Outra Mãe”, como também é conhecida, é “algo” que consegue coagir e trancafiar crianças em seu mundo para depois devorar suas almas. Como? Com muito amor é claro.

Monster-In-Literature-4

Frankenstein (1818) Mary Shelley: Oh, Dr. Frankenstein, o quê você está fazendo? Deixe os corpos dos mortos em paz e volte a brincar com seu kit de química da escola.

Alice Através do Espelho e o que Ela Encontrou por Lá (1871) Lewis Carroll: O herói que enfrentou o Jaguadarte não se intimidou por suas garras ou seu olhar em chamas; ele teve compaixão do monstro, porque no fundo, conseguiu sentir o que bicho sentia.

O Estranho Caso do Doutor Jekyll e do Senhor Hyde (1886) Robert Louis Stevenson: A batalha primordial entre o bem e o mal dentro de uma única individualidade. O desafortunado Henry Jekyll e… bem, você não vai querer conhecer seu “outro lado”…

Monster-In-Literature-5

O Cavalo e seu Menino (1954) C. S. Lewis: Um deus demoníaco é tudo o que Aslan não quer em Nárnia. Além de ter quatro braços e a cabeça de abutre, ele exige inúmeros rituais de sacrifícios, precisa dizer mais alguma coisa?

A História sem Fim (1979) Michael Ende: O que é mais aterrorizante do aquilo que não se pode ver? Uma entidade com a face do mal obcecada em nos destruir. Conheça, o Nada.

Odisséia (675-725 a.C.) obra atribuída a Homero: “Odisseu, lute por sua vida e pelo regresso de seus companheiros ao lar. Oh, e tenha cuidado com a serpente-do-mar gigante e hedionda, um monstro com seis cabeças!”

Monster-In-Literature-6

Teogonia (aproximadamente em 700 a.C.) Hesíodo: “Empedre-me, se não estiver tão velha para isso, Medusa!”. Este antigo monstro com cabelos de serpentes incutiu o medo no coração de leitores durente séculos.

Beowulf (aproximadamente no séc. X) autoria desconhecida: Uma criatura cruel e selvagem de enorme estatura, força bruta e astúcia que repetidamente ataca durante a noite o salão de festas do rei Hrothgar. Tente defender suas muralhas, e torne-se um suculento jantar para o monstro.

A Mulher de Preto (1983) Susan Hill: Reze para nunca encontrar a Mulher de Preto; um espectro malevolente que sempre presencia terríveis tragédias antes de acontecerem.

Monster-In-Literature-7

O Prisioneiro de Askaban (1999) J. K. Rowling: Os Dementadores se alimentam de todo e qualquer pensamento feliz ou esperança que suas vítimas possam ter. E também não são os melhores parceiros para se ganhar um beijo.

O Senhor dos Anéis (1954) J. R. R. Tolkien: “Um anel para a todos governar…” Eram nove homens que sucumbiram ao poder da escuridão e quase atingiram a imortalidade como “os mais terríveis servos” de Sauron.

Dracula (1887) Bram Stocker: Conde Dracula é o original chupador de sangue com fobia de odores fortes, um misto de homem/morcego/lobisomen.

Monster-In-Literature-8

O Chamado de Cthulhu (1928) H. P. Lovecraft: Parte polvo, parte homem e parte dragão. Esta criatura cósmica não é algo que você queira ver no seu mundo. A menos que você deseje destruí-lo.

As Bruxas (1983) Roald Dahl: A Rainha Bruxa pode lançar lasers de seus olhos, e isso não é nada comparado ao seu desejo de aniquilar todas as crianças da face da Terra.

It (1986) Stephen King: Um metamorfo maligno que se apresenta como um palhaço para aliciar criancinhas. Dica: quando perder seu barquinho de papel num bueiro, não vá atrás dele, apenas faça outro.

↬ Montagem e tradução livre do original publicado por Morph Costumes.

Anúncios

Atores revisitando seus mais célebres papéis

Empire Magazine é a maior revista de cinema da Grã-Bretanha e tem sido publicada mensalmente desde 1989. Para comemorar seu 20º aniversário, publicou uma edição especial supervisionada por seu editor-convidado Steven Spielberg.

Na seção especial intitulada “O Portfólio de Aniversário”, a Empire realizou uma sessão de fotos exclusiva com os maiores astros do cinema, prestando homenagem a alguns dos mais emblemáticos filmes nos últimos 20 anos (1989 – 2009). A matéria em questão contou com mais de 27 estrelas de Hollywood revivendo algumas de suas performances mais famosas em seus trajes cotidianos.

arnold-shwarzenegger-terminator-empire-shoot
Arnold Schwarzenegger, em O Exterminador do Futuro (1984) (8,1 no iMDb).
bean_mortinsen-lord-of-the-rings-empire-shoot
Sean Bean & Viggo Mortensen, em O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001) (8,8 no iMDb).
ben-stiller-zoolander
Ben Stiller, em Zoolander (2001) (6,6 no iMDb).
christian-bale-american-psycho-empire-shoot
Christian Bale, em Psicopata Americano (2000) (7,6 no iMDb).
clint-eastwood-morgan-freeman-empire-shoot
Clint Eastwood & Morgan Freeman, em Os Imperdoáveis (1992) (8,3 no iMDb).
gerrard-butler-300-empire-shoot
Gerard Butler, em 300 (2006) (7,8 no iMDb).
harry-potter-cast-empire-shoot
Daniel Radcliffe & Emma Watson & Rupert Grint, na série Harry Potter (2001-2011) (média de 7,6 no iMDb).
hopkins-foster-silence-of-the-lambs-empire-shoot
Anthony Hopkins & Jodie Foster, em O Silêncio dos Inocentes (1991) (8,6 no iMDb).
kiera_mcavoy
Kiera Knighyley & James McAvoy, em Desejo e Reparação (2007) (7,8 no iMDb).
matt-damon-empire-shoot-bourne-series
Matt Damon, na série Bourne (2002-2007) (média de 7,9 no iMDb).
mel-gibson-braveheard-empire-shoot-3
Mel Gibson, em Coração Valente (1995) (8,4 no iMDb).
pegg_frost-shaun-of-the-dead-empire-shoot
Simon Pegg & Nick Frost, em Todo Mundo Quase Morto (2004) (8,0 no iMDb).
sam_neill-jurassic-park-empire-shoot
Sam Neil, em Jurassic Park (1993) & Jurassic Park III (2001) (média de 6,95 no iMDb).

~ Twisted Sifter.

As sobreposições de Jaemy Choong

Jaemy Choong, designer gráfico da Malásia, fez uma mistura de cartazes de filmes famosos com pessoas usando apenas a câmera de seu celular. “Eu amo filmes e eu adoro tirar sarro deles”, diz Choong. Suas fotos vão desde os clássicos aos sucessos atuais. Confira:

Guy mashes de cinema9-thumb-598x800-51932

Jaemy Choong1-thumb-599x800-51934

Jaemy Choong3-thumb-592x800-51938

~ Mais imagens no GEEK Project e no Obvious Mag.

Séries clássicas, numa concepção mais jovem

Estão todos tão jovens, tão despreocupados, tão vivos em novas memórias; e o artista Patrick Ballesteros tem um talento nato para capturar o espírito da infância em seus desenhos.

enhanced-buzz-wide-2847-1380816688-30
O elenco de Firefly possui uma grande imaginação.
enhanced-buzz-wide-7933-1380816940-21
Tudo é alegria e “vídeo games” antes que alguém coloque fogo na corda…
enhanced-buzz-wide-22540-1380816825-13
O pessoal de The Walking Dead está sempre tentando fugir dos “mortos-vivos”.
enhanced-buzz-wide-22540-1380816847-23
As super-poderosas adoram brincar de tomar chá.
enhanced-buzz-wide-31156-1380816919-24
Os Mestres do Universo representam a classe de ’83.
enhanced-buzz-wide-31203-1380816969-32
Você “não passará”… enquanto a Sociedade estiver atravessando a faixa.
enhanced-buzz-wide-31212-1380816863-49
Harry Potter e o seu time na Escola de Magia.
enhanced-buzz-wide-31217-1380816784-43
O elenco d’A Princesa Prometida adora quando neva.
enhanced-buzz-wide-5306-1380816874-7
Sete dos oito vilões da DC ficaram com a cabeça doendo por beber geladinho muito rápido!
enhanced-buzz-wide-5066-1380816884-7
É uma ótima invenção a TARDIS ser enorme por dentro.

Tradução livre do BuzzFeed.

Destinos de contos de fadas

É um sonho ou realidade? Esses lugares vão fazer você se perguntar se está pisando na terra de magia e fantasia ou ainda está firmemente com os pés no chão. Com uma natureza sobrenatural, paisagens irreais e arquitetura de contos de fadas, estes destinos vão levá-lo longe de sua realidade monótona.

Colmar, França

Colmar é considerada a cidade mais bonita da Europa, e parece que veio direto de um conto de fadas. Esta pequena comunidade na Alsácia é famosa não só por seu mágico colorido… Situa-se ao longo da Rota dos Vinhos, e é chamada de “Capital do Vinho da Alsácia” – possui um microclima ensolarado e é a segunda cidade mais seca na França, tornando-a ideal para a viticultura.

Como se ser a capital do vinho não fosse suficiente, Colmar, com suas lindas praças, fontes e canais, também é chamada de “pequena Veneza” (la Petite Venise). É também a cidade natal de Frédéric Bartholdi, que projetou a Estátua da Liberdade, e do pintor Martin Schongauer.

Ilhas Faroe

As Ilhas Faroe foram um dos cenários de locação dos filmes d’O Senhor dos Anéis, e realmente fazem você acreditar que o arquipélago é habitado por hobbits e elfos. Situado a meio caminho entre a Islândia e a Noruega, no coração da Corrente do Golfo do Atlântico Norte, o arquipélago de 18 ilhas é o lar de belas paisagens dramáticas de picos vulcânicos e ondas oceânicas batendo contra a costa rochosa. As ilhas são um cenário mágico e misterioso que parece estar muito mais perto do mundo da fantasia do que da realidade.

Castelo Neuschwanstein, Alemanha

Não é uma construção estilo Disneyland açucarada, embora pareça um palácio de conto de fadas ocupado por uma princesa caprichosa. De fato, apesar de seu olhar mágico, o Castelo de Neuschwanstein é mais firmemente enraizada na realidade do que se possa imaginar. Construída sobre uma colina acidentada no século 19 para Ludwig II: o edifício tinha água corrente e banheiros com descarga automática em todos os andares, bem como um sistema de aquecimento. Hoje, o Neuschwanstein é o ponto principal na Estrada Romântica, a trilha bávara de antigas cidades e castelos.

Cappadocia, Turquia

Se houvesse um conto de fadas sobre uma terra encantada de barro, sua configuração seria semelhante à Capadócia. Esta região fabulosa localizada no centro da Turquia é famosa pela sua cerâmica e formação rochosa única, em que os povos antigos esculpiam suas casas e igrejas. A região é também a casa para as formações de aparência estranha chamadas de “chaminés de fadas” que podem ser encontradas em diversas formas, tais como cones, cogumelos, colunas e pedras pontiagudas. A tradição da olaria e cerâmica na Turquia é um dos mais antigos ofícios do mundo, que remonta ao século 8.

Hoi An, Vietnã

Hoi An é um lugar que não pode ser desperdiçado, mesmo no Vietnã . Esta cidade colorida, mágica e bela é o lar de mais lanternas de seda do que pessoas. Situado na costa do Mar da China Meridional, a cidade costumava ser um importante porto e centro comercial. Hoje é um conto de fadas local visitado por milhares de viajantes e mochileiros que não podem resistir a seu charme. Hoi An possui uma fabulosa atmosfera, misturada com um hospitalidade cativante e arquitetura de conto de fadas, tornando-se um dos destinos mais gratificante no Sudeste da Ásia.

Groenlândia

Intocada, remota e às intransponível, a Groenlândia é uma terra de deserto, trilhas e paisagens com vistas de cair o queixo. Sem praticamente nenhuma árvore, sem estradas e quase sem pessoas, a ilha parece ser habitada por anões mitológicos, em vez de seres humanos. Apesar de frio e áspero, a Groenlândia é um lugar de atmosfera inesquecível aquecida pela mágica aurora boreal e casas coloridas.

Veneza, Itália

Veneza é difícil rivalizar. Sua arquitetura admirável, canais exclusivos, a abundância de vistas fantásticas e uma atmosfera extraordinária é única. Veneza parece ser importada de outra dimensão, embora o New York Times descreva-a como “sem dúvida a mais bela cidade construída pelo homem”. Esticada através de 117 pequenas ilhas, Veneza possui 455 pontes, centenas de canais onde as gôndolas românticas serpenteiam o seu caminho através da cidade, e é o lar do famoso Carnaval de Veneza, Bienal de Veneza e no Festival de Cinema de Veneza!

Kathmandu, Nepal

Bonita e espiritual, a capital vibrante do Nepal é realmente um lugar mágico. Rodeada por montanhas poderosas, a cidade está cheia de atmosfera encantadora, sons exóticos, cheiros e templos fascinantes. Apesar de Kathmandu ser a maior cidade do país, tem preservado o seu encanto de fantasia como de antigos templos, santuários e arquitetura tradicional. Chamada de “Terra dos Deuses”, Kathmandu parece ser um destino sobrenatural.

Floresta de Bambu, Japão

Embora localizado em Kyoto, Japão, e não relacionados com filmes, a paisagem da floresta de bambu lembra o cenário do Tigre e o Dragão ou Clã das Adagas Voadoras. É apenas um exemplo das centenas de florestas incríveis que abrangem a região do Sudeste da Ásia. O bambu tem um papel importante em muitas culturas asiáticas, é um símbolo de longevidade na China, um símbolo de amizade na Índia, e em muitos santuários xintoístas no Japão são cercados por uma floresta de bambu, que é considerada uma barreira sagrada contra o mal.

Sintra, Portugal

Não é de admirar que Sintra inspirou Lord Byron a escrever a Peregrinação de Childe Harold, que celebra a beleza da cidade. Quem visitar este local mágico, localizado não muito longe de Lisboa, poderá se sentir estimulado a criar um poema sublime em honra de suas graças. O Palácio da Pena, o Castelo dos Mouros e Palácio Nacional de Sintra são arquiteturas incríveis, e a serra de Sintra, um dos maiores parques da região de Lisboa, apenas acrescenta mais charme e enigma.

E a melhor coisa sobre esses lugares, não obstante as suas qualidades mágicas, é que elas são todas tão reais, acessíveis, seguras e convidativas. Elas estão apenas esperando você arrumar suas malas e chegar para o pouco de fantasia na Terra.

Tradução livre de OpenTravel.